jueves, 6 de septiembre de 2007


Essa coisa que dói, que corrói por dentro e faz o coracao cegar e a boca mascar palavras duras...

Essa coisa que faz o nosso porto seguro se sentir ameacado, como o medo de que te roubem o brinquedo que vc escondeu no vao do sofá...

Essa coisa que nao serve pra nada, mas que me toma quando eu vejo outra leoa chegando perto da minha cria e do meu ninho. Me toma e me torna mais leoa do que sou.

Essa coisa que nasce do tamanho do amor que eu te tenho...

Essa coisa que nao nos serve muito e é até nociva.

Eu a chamo de veneno, mas tem gente que a chama de ciúme.

1 comentario:

Vitor dijo...

serve pra algo sim... é um instinto. o de defender com unhas e dentes o que é seu.

é como o cachorinho que rosna quando lhe ameaçam tomar o seu lugar na porta do apartamento, onde não o convidaram pra entrar...